UFV ocupa o primeiro lugar como universidade federal mais empreendora do Brasil

Mais Lidas

João Gomes, Tarcísio do Acordeon e Vitor Fernandes vão se apresentar em Muriaé no dia 23 de janeiro

Depois de um longo tempo sem a realização de shows musicais por conta da pandemia do coronavírus, iniciada em março do ano passado, as...

Apostador de Patrocínio do Muriaé ganha R$ 619 mil na Lotofácil

Duas apostas acertaram as cinco dezenas do concurso 2368 da Lotofácil, sorteado na noite desta terça-feira (9), no Espaço de Loterias Caixa, em São...

Jogos do Tombense na Série B do Campeonato Brasileiro de 2022 podem acontecer em Muriaé

Com apenas 7.683 habitantes, segundo a estimativa do IBGE de 2021, o município de Tombos terá um representante na divisão de acesso do Campeonato...

Muriaé terá feiras livres às quartas e sábados na Avenida JK

À partir do dia 13 de novembro, a Prefeitura de Muriaé vai realizar a ‘Feira Livre’ da Avenida JK, bairro do Rosário, duas vezes...
Advertisement




A Universidade Federal de Viçosa (UFV) está em primeiro lugar entre as federais no ranking que avalia as universidades mais empreendedoras do Brasil, em 2021.

A lista completa inclui 126 universidades dos 26 estados e Distrito Federal. No ranking geral, a UFV ocupa o terceiro lugar, atrás da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e da Universidade de São Paulo (USP). As 10 melhores no ranking são universidades públicas. Entre as universidades da região sudeste, a UFV ficou em segundo lugar nas dimensões cultura empreendedora e infraestrutura.

A premiação aconteceu no dia 8 de dezembro, no Plenário da Câmara dos Deputados, em Brasília (DF). A UFV foi representada pelo reitor Demetrius David da Silva e pela coordenadora da Central de Empresas Juniores da UFV (Cemp), Cibele Cláuver. A premiação foi entregue pela presidente executiva da Confederação Brasileira de Empresas Juniores, Fernanda Amorim, e pelo coordenador geral do Ranking de Universidades Empreendedoras (RUE), Henrique Michelini. Também estavam presentes a vice-reitora Rejane Nascentes, que preside o Conselho de Administração do Parque Tecnológico de Viçosa (Tecnoparq), e Adriana Ferreira de Farias, diretora executiva do Centro Tecnológico de Desenvolvimento Regional de Viçosa (Centev).

O Ranking de Universidades Empreendedoras (RUE) é realizado desde 2016, pelo Movimento de Empresas Juniores (MEJ), composto por milhares de empresas juniores de todo o Brasil. Todas as universidades brasileiras são convidadas a participar para representar, da melhor forma possível, a situação empreendedora da educação superior. Segundo o documento que divulga o ranking, o MEJ entende uma universidade empreendedora como uma comunidade acadêmica inserida em um ecossistema favorável para desenvolver a sociedade por meio de práticas inovadoras. Para isso, é preciso ter postura empreendedora, que é também a proatividade para resolver problemas, assumindo riscos e aproveitando as oportunidades.

A classificação é feita na perspectiva discente e contou, este ano, com a colaboração de mais de 24 mil estudantes. Além das informações preenchidas por eles, a metodologia conta, ainda, com a participação de embaixadores, que são alunos encarregados de coletar dados, e a autodeclaração das universidades, que fornecem as informações solicitadas. Nesta quarta edição, foi preciso adaptar a metodologia do RUE para o contexto de Ensino Remoto Emergencial em decorrência da covid-19.

Para a classificação, o RUE avalia os seguintes indicadores: capital financeiro, cultura empreendedora, extensão, infraestrutura, inovação e internacionalização. No item extensão, a UFV ocupa o segundo lugar geral do ranking nacional. Esta dimensão abrange a percepção acerca das ações que a universidade realiza em conjunto com o ecossistema, promovendo um ambiente favorável ao desenvolvimento de pesquisas compartilhadas com o público externo.

No indicador internacionalização, que avalia a conexão entre a universidade e o ecossistema internacional, a UFV ocupou o 10º lugar entre as 126 universidades avaliadas. Em infraestrutura adequada à execução e ao desenvolvimento das atividades, a UFV ocupou o segundo lugar geral. Já em capital financeiro, indispensável para proporcionar as condições básicas para o desenvolvimento de iniciativas a partir da infraestrutura e do corpo administrativo, a Universidade ficou em sétimo lugar.

O documento do RUE avalia, ainda, que, entre os desafios a serem enfrentados para que as universidades possam ser ainda mais relevantes para estimular o empreendedorismo, estão a governança, a capacidade de gerar métricas e o estímulo à cultura e financiamento. Neste item, o documento conclui que o orçamento executado dos principais fundos de apoio à pesquisa e às universidades no Brasil estão sendo recorrentemente sucateados e a perspectiva para o ano de 2022 é ainda pior, prejudicando ainda mais a contribuição das instituições.

Segundo a coordenadora da Cemp, Cibele Cláuver, “essa premiação consagra todo o movimento empreendedor da UFV e nos destaca como referência em nível nacional. Nossa Universidade tem o empreendedorismo em seu DNA e queremos desenvolvê-lo cada vez mais”. Ela agradeceu o empenho e a dedicação dos empresários juniores e ressaltou que a premiação é um marco histórico que chega acompanhado de muita responsabilidade.

Em novembro, a UFV já havia sido premiada como a universidade mais empreendedora de Minas Gerais pela Confederação Brasileira de Empresas Juniores - Brasil Júnior.

Para mais informações sobre o movimento de empreendedorismo da UFV, basta acessar os sites do Tecnoparq e da Cemp.

Informações da Universidade Federal de Viçosa

Notícias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Brasileiros terão nova Carteira de Identidade Nacional com número único, veja o que muda

Um decreto assinado na última quarta-feira (23/02/2022) pelo Presidente da República, cria um número único de carteira de identidade para todo o país. O...

Em Ponte Nova, pai jogou filha de ponte e pulou no rio Piranga

Um homem de 26 anos agrediu a filha de 6 anos com socos e depois a jogou de uma ponte no rio Piranga, na...

Acidente envolvendo carro e ônibus da Buser em Ewbank da Câmara causa 5 mortes

O acidente aconteceu na BR-040 em Ewbank da Câmara, a colisão ocorreu entre um automóvel e um ônibus de viagem por aplicativo da Buser,...

Operação Rodovida será realizada durante feriados prolongados de Natal e Ano Novo

Com os índices epidemiológicos de Covid-19 em queda, muitas pessoas irão aproveitar o feriado prolongado de Natal e Ano Novo para viajar, o que...

Projeto de Lei que regulamenta transporte por aplicativo em Viçosa é aprovado

A Câmara Municipal de Viçosa aprovou na última reunião ordinário de 2021, na terça-feira (21), o Projeto de Lei que regulamenta o transporte por...